Sincomerciários obtém bloqueio dos bens do Seta Supermercados, recém fechado em Cruzeiro

Medida garante que funcionários recebam seus direitos após demissão

19 MAI 2017   |   Por Jornalismo  |   15:20
Foto: Divulgação
Sincomerciários obtém bloqueio dos bens do Seta Supermercados, recém fechado em Cruzeiro
Sincomerciários garante que funcionários demitidos recebam seus direitos

Após tomar conhecimento de que o Seta Supermercados estaria encerrando suas atividades na cidade de forma semelhante ao ocorrido em outros municípios, onde unidades da rede fecharam deixando os funcionários sem receber seus direitos, o Sincomerciários de Cruzeiro, fez o pedido de uma medida cautelar de apreensão judicial dos bens do supermercado.

Segundo Charles Fernandes, presidente do Sincomerciários, juntamente de sua respectiva diretoria, a medida garante que caso o acerto dos direitos não ocorra de forma amigável, o pagamento dos funcionários estará assegurado a partir dos bens bloqueados, avaliada em R$ 410.000,00.

Os funcionários demitidos em Março já estão aguardando a audiência na justiça do trabalho que ocorrerá no dia 28 de Junho.

O Sincomerciários ainda declara em nota oficial que a ação trata-se do cumprimento de defesa do trabalhador em ações de má fé onde o patronal se posiciona de forma irresponsável.

 
















Classificados

Newsletter

Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.