Trio é detido após forjar venda de casa e tentar matar compradora em Caçapava

Suspeitos agrediram e roubaram R$ 25 mil de mulher. Ela acordou horas após o crime e conseguiu ir até a polícia contar o ocorrido. Parte do dinheiro foi recuperado. Polícia ainda investiga participação de uma quarta suspeita.

13 09 2018   |   Por Jornalismo  |   11:03
Foto: Divulgação/Polícia Civil
Trio é detido após forjar venda de casa e tentar matar compradora em Caçapava
Casal tentou fugir para Ribeirão Preto com crianças após o crime

Um casal e uma adolescente foram detidos nesta quarta-feira (12) após agredirem e roubarem R$ 25 mil de uma mulher ao forjarem a venda de uma casa em Caçapava (SP). A adolescente foi identificada pela polícia e apontou o envolvimento do casal, que foi preso após uma perseguição.

De acordo com a Polícia Civil, a vítima de 37 anos soube da venda de uma casa no bairro Pinus Iriguassu I e fez contato com os supostos vendedores. Eles negociaram o imóvel - que era invadido - por R$ 25 mil e combinaram a entrega do valor.

Na tarde de terça-feira (11), a compradora foi até a casa com o dinheiro e foi recebida pelo casal, de 36 e 23 anos, a adolescente de 17 anos e por uma terceira mulher, que ainda não foi identificada.

Quando ela entrou no carro dos suspeitos para ir até o cartório fazer a transferência do imóvel, eles levaram a compradora para uma estrada no bairro Germana. As mulheres seguraram a vítima e o rapaz a estrangulou. Ela desmaiou, os criminosos acharam que ela tinha morrido e abandonaram o corpo. Em seguida, fugiram.

Por volta das 20h, a vítima acordou e pediu ajuda para os moradores, que a levaram para a base da PM. Já na delegacia, ela deu detalhes sobre a casa e sobre os autores. A família já era conhecida no meio policial e a vítima reconheceu os autores por meio de fotos.

Os policiais fizeram diligências para encontrar os envolvidos, que já tinham fugido do imóvel. Na manhã de quarta-feira, a adolescente foi encontrada escondida na casa de parentes e confessou o crime. Ela disse aos policiais que o irmão e a cunhada estavam fugindo de ônibus com os filhos, de 2 meses e 12 anos, para Ribeirão Preto.

Por meio das câmeras de segurança da rodoviária, a Polícia Civil constatou que o casal não conseguiu embarcar em ônibus porque as crianças estavam sem documentos. Como estavam com dinheiro, pegaram um táxi.

A placa e a localização do táxi foram apuradas e os policiais fizeram a interceptação no km 96 da rodovia dos Bandeirantes em Campinas. Com o casal, foram encontrados cerca de R$ 13 mil.

Eles foram levados para a delegacia de Campinas e confessaram o crime. Os dois foram presos e as crianças foram entregues para os avós. A mulher tem ainda um outro filho de 15 anos que tinha ficado em Caçapava.

O trio vai responder por tentativa de latrocínio. A adolescente será apresentada para a Vara da Infância e Juventude nesta quinta-feira (13) e pode ser encaminhada para a Fundação Casa.

A Polícia Civil informou que continua investigando o crime para localizar a quarta integrante do grupo e tentar localizar mais alguma quantia roubada. A polícia acredita que parte do dinheiro já foi gasto.

 

Fonte: G1
















Classificados

Newsletter

Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.