Policiais rodoviários federais são presos em flagrante por corrupção passiva em SP

09 08 2017   |   Por Jornalismo  |   08:29
Foto: Amós Alexandre/GloboNews
Policiais rodoviários federais são presos em flagrante por corrupção passiva em SP
Policiais acusados de corrupção passiva são levados para a sede da PF na Zona Oeste de SP

Dois policiais rodoviários federais foram presos, na tarde desta segunda-feira (7), em flagrante acusados de corrupção passiva em São José dos Campos. Um motorista denunciou os agentes por extorsão durante uma abordagem na Rodovia Presidente Dutra, que liga São Paulo ao Rio de Janeiro.

O motorista dirigia com a Carteira Nacional de Hbailitação (CNH) suspensa e ouviu dos policiais que pagasse propina de R$ 500 não seria multado em R$ 1490 e seria liberado. Ele gravou parte da negociação em áudio e, depois de sacar o dinheiro em um caixa eletrônico, filmou as notas que entregaria aos agentes.

Os dois policiais estão na corporação há 23 anos e esconderam o dinheiro em um posto policial. Eles foram levados para a sede da Polícia Federal, na Zona Oeste da cidade de São Paulo e também responderão um processo administrativo na PRF.

“É menos um ladrão, menos um bandido na rua. E isso nos faz refém, quem era para nos proteger acaba nos assaltando”, afirma o motorista.

A assessoria de imprensa da Polícia Rodoviária Federal informou que toda a operação foi feita pela corregedoria da corporação. Segundo a assessoria, desde que recebeu a denúncia do motorista, os policiais já preparam o flagrante e a prisão no posto de São José dos Campos.

Os policiais vão responder a processo administrativo e podem ser demitidos. A pena para o crime de corrupção passiva varia de 2 a 12 anos de prisão em caso de condenação.

(Fonte: G1)
















Classificados

Newsletter

Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.