Dança ajuda no tratamento da depressão

28 JUL 2017   |   Por Jornalismo  |   08:51

Um passo de cada vez. Esta é a receita do psiquiatra Fabio Martins para ajudar quem está sofrendo de um mal cada vez mais comum: a depressão. E como a dança pode ajudar no tratamento da depressão? O Fernando Rocha e o coreógrafo e bailarino Ivaldo Bertazzo vão mostrar no quadro ‘Quem dança seus males espanta’.

A depressão é a doença que mais afeta a vida no mundo todo. Segundo a OMS, 300 milhões de pessoas vivem com depressão no mundo e o número de pessoas cresceu 18% entre 2005 e 2015. Não é frescura, preguiça e falta de força de vontade, lembra o consultor e psiquiatra Daniel Barros. É uma doença que tem causas orgânicas, genéticas, comportamentais e ambientais que fazem o paciente ter dificuldades para fazer o que gosta ou quer em várias áreas de sua vida.

Como outras doenças, a depressão precisa de tratamento e orientação específica para o paciente. Para voltar a fazer algo além de ficar na cama, a pessoa que vive com depressão não deve ser forçada, pressionada. Ela pode fazer tudo no seu ritmo.

(Fonte: Bem Estar)
















Classificados

Newsletter

Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.